segunda-feira, 18 de junho de 2007

QUANTO AO TEMPO




As cãs me delatam
Mas a hora não sai
Se o minuto não passa


As marcas me saltam
Pois o dia não vai
Quando a lua não vem


O ar já me falta
Mas a gota não cai
Se a gente não pensa


A matemática é implacável.
O espírito vence tudo, porém.
E paira sobre o que quer.

O espírito vence tudo.

E paira sobre o que quer.

Um comentário:

Josemar disse...

Muito bom Celsão.